6 dicas para acabar com o preconceito nas empresas

Publicidade

O preconceito nas empresas é um problema grave que precisa ser combatido. Muitos empreendimentos acabam tendo problemas com esse tipo de atitude dentro do ambiente de trabalho.

Além de prejudicar o convívio entre os colegas, as ações preconceituosas também podem desencadear consequências para o negócio. Isso porque, o funcionário que foi alvo de preconceito pode entrar com ações judiciais contra a empresa.

Segundo uma pesquisa feita pelo Nube, os principais alvos de preconceito nas empresas são os homossexuais (40,70%), seguidos das pessoas mais velhas, negros e mulheres.

Cabe ao empreendedor auxiliar para que a sua empresa tenha ambiente de trabalho saudável e livre desse tipo de atitude. A tarefa é desafiadora, mas algumas dicas simples podem te ajudar.

E nesse post você vai conhecer as 6 melhores formas de acabar com o preconceito nas empresas. Confira!

 

Como acabar com o preconceito nas empresas adotando essas 6 dicas

 

1.    Treine os líderes para lidar com esse tipo de situação

A primeira coisa que você deve fazer é treinar os seus líderes. Afinal de contas, são eles que estarão lidando diretamente com o problema no seu dia a dia.

O líder precisa ser capaz de identificar que tipos de situações desencadeiam essas atitudes, e orientar os funcionários que tem a tendência de ter ações preconceituosas a evitar esse tipo de conduta no ambiente de trabalho.

2.    Deixe claro as políticas da empresa

Para que o preconceito nas empresas acabe, é necessário que os empreendedores também deixem claro as políticas da empresa. É preciso mostrar que a empresa não possui qualquer tipo de discriminação, e que qualquer funcionário que ir contra a essas normas terá que arcar com as consequências.

3.    Tenha um canal seguro de denúncias

Tão importante quanto orientar os funcionários sobre as atitudes preconceituosas são erradas é fornecer auxílio para quem é alvo de discriminação. Sua empresa precisa ter um canal seguro onde esses indivíduos possam fazer denúncias.

Publicidade

Elas precisam ser feitas no anonimato, e o empreendimento precisa tomar todas as medidas para preservar a identidade de quem denúncia. E, claro, a empresa também precisa investir as denúncias à fundo.

4.    Atualize conceitos

É preciso ter em mente que vários conceitos da sociedade estão constantemente evoluindo bem como mudando com o tempo. Logo, é preciso manter os seus colaboradores sempre atualizados em relação a essas mudanças.

Existem muitas pessoas que ainda se baseiam em conceitos antiquados, que deixaram de fazer sentido ao longo do tempo. Cabe a empresa mostrar a esses colaboradores o que mudou, e porque a conduta deles também precisa mudar.

5.    Tenha um ambiente de trabalho onde o debate saudável é praticado

Mais uma das dicas para acabar com o preconceito nas empresas é ter um ambiente de trabalho onde o debate saudável seja possível. Em muitos casos quem age com discriminação não faz ideia ou não entende o porquê a sua atitude foi negativa.

Em um espaço de troca de experiências e opiniões, fica mais fácil mostrar a todos o porquê a conduta deve ser saudável, e não discriminatória. Muita gente acaba até aprendendo.

6.    Não finja que o preconceito nas empresas não existe

Essa é uma das dicas mais valiosas para acabar com o de preconceito nas empresas. Não finja que ele não existe, ou que tudo se resume a “brincadeira”.

Ele está presente diariamente nas menores atitudes. Muitas vezes, apenas quem sofreu a discriminação consegue perceber como a atitude foi preconceitos.

Nenhum empreendedor pode encarar como aceitável atitudes como piadas com homossexuais, ou ações que denigram a imagem de uma funcionária por ser mulher, por exemplo.

Então, admita que isso existe no seu negócio, e que é necessário mudar. Assim, as chances do preconceito nas empresas acabar são maiores.

Publicidade