5 dicas para elaborar um bom currículo e conseguir um bom emprego

Publicidade

Ensino fundamental, ensino médio, cursos técnicos e faculdade (nível superior), pois é, um longo caminho que é percorrido por todos nós até chegarmos ao emprego tão sonhado. Jovens de todo o mundo muitas vezes ficam aflitos depois de tanta dedicação e esforço, depois de tantas notas ruins, depois de tantas notas boas.

Objetividade

Após esse longo e árduo caminho percorrido, julgamos estar prontos para atacar as vagas e partir para o mercado de trabalho. Sim, é bem por ai, porém na maioria das vezes, nosso primeiro contato com as empresas é através do famoso currículo.

E obviamente esse primeiro contato com a empresa deve ser impecável, por esse motivo vamos pontuar algumas dicas que vão ajudar você a elaborar um currículo que realmente chame a atenção dos responsáveis do departamento de RH das empresas.

Verdade

Seja no âmbito profissional ou pessoal, é sempre muito importante dizer a verdade. Não adianta por exemplo você inserir no seu currículo que ja tem certa experiência, e na verdade não tem. Vai chegar uma hora que ficará insustentável e a carapuça cairá sobre você. Podendo ocorrer então um descontentamento do contratante, acarretando advertências e até mesmo a demissão. Isso não é legal.

5 dicas para elaborar um bom currículo e conseguir um bom emprego

5 dicas para elaborar um bom currículo e conseguir um bom emprego

Pontos fortes

Se você é bom em uma coisa, grite ao mundo que você é bom nessa coisa. Destaque seus reais potenciais no seu currículo, se não tem, procure criar um, seja diferente dos outros, afinal de contas, milhares de profissionais estão disputando vagas o tempo todo. Ataque então seus concorrentes com sua melhor arma, que é você mesmo.

Publicidade

Cargo pretendido

Claro que sempre estamos de olho em vagas que nos deixe satisfeitos profissionalmente. Isso é bom, pois você sabe o que quer. Mas caso venha a inserir o tipo de cargo pretendido, certifique-se de estar enviando o seu currículo diretamente para empresas específicas.

Cuidado

Se atente a correta Língua Portuguesa, falar alguma coisa errada às vezes é normal, mas escrever um currículo com erros de português é imperdoável. O contratante poderá imaginar… Se esse candidato mal sabe escrever, pode ser que ele não seja tão bom quanto os outros. Nesse caso quem escreveu corretamente possivelmente já ficará na sua frente.

1 – DADOS PESSOAIS: Nome completo , idade, estado civil, endereço, cidade, região, telefone (celular, residencial ou para recados) e e-mail. Nessa primeira etapa deve apresentar todos seus dados pessoais que julgar ser relevante ao contratante.

2 – RESUMO DE QUALIFICAÇÕES: Fale sobre suas experiências profissionais, mesmo que você tenha trabalhado como balconista na lojinha da esquina por exemplo. Todas suas experiências por menor que seja, deve ser inserida. Claro que você deve balancear o que realmente julgar relevante ao contratante.

3 – FORMAÇÃO ACADÊMICA:  Você deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término.

4 – CURSOS COMPLEMENTARES: Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. Inserir o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária.

5 – O QUE NÃO COLOCAR: Fotos (Só deve ser enviada quando empregador solicitar).
Número de documentos, Título “currículo vitae” ou “currículo”,Pronomes pessoais (Ao invés de colocar “eu desenvolvi um projeto” substitua por “desenvolvimento de projeto”).
Informações negativas (Profissionais que não possuem algum tipo de conhecimento não devem colocar essa informação. A melhor opção é não informar nada).
Nome de marido, oai ou esposa e filhos.
Motivo de saída de empregos anteriores, Pretensão salarial, Cartas de referência, Certificados de cursos realizados, Data e assinatura.

Publicidade